Azeite de oliva – Mitos e verdades sobre o seu consumo

O Azeite de Oliva é extraído do fruto das oliveiras, as conhecidas azeitonas, e é o principal componente da dieta mediterrânea. Chegou no Brasil através dos portugueses na época da colonização e a cada ano, o seu consumo aumenta devido aos inúmeros benefícios para a saúde.

Vamos entender alguns pontos importantes sobre ele na hora da compra:

Ele pode ser classificado como virgem ou extravirgem de acordo com a sua acidez. Acidez abaixo de 0,8%, é considerado azeite extravirgem e acima disso, até 2%, é considerado apenas virgem. Muitas pessoas acreditam, que a acidez do azeite, está ligada ao sabor ou aroma. Isso é um MITO. Sua acidez é relacionada a quantidade de ácidos graxos livres em relação ao Omega-9. Ou seja, quanto maior a quantidade de ácidos graxos livres, comparado ao ômega –9, menor a qualidade do azeite e mais acidez ele tem. O ômega – 9 é uma ácido graxos monoinsaturado também conhecido como ácido oleico.

O consumo regular de azeite extravirgem está relacionado ao aumento do HDL (colesterol bom) e redução do LDL (colesterol ruim). Ele também apresenta polifenóis e vitaminas (A, D, E, K). Já o sabor e aroma do azeite, é influenciado pelos polifenóis. Eles são considerados antioxidantes naturais com diversas propriedades terapêuticas. Então, quando maior a quantidade presente no azeite, maior a qualidade e os benefícios para a saúde.

E para cozinhar?

Antigamente acreditava-se que, ao esquentar o azeite, traria malefício para a nossa saúde. Hoje sabemos que isso é um mito. O azeite é considerado uma ótima gordura para refogar os alimentos.

Custo X Benefício

Para cozinhar, utilize o azeite virgem. Quando utilizamos o azeite extravirgem, “desperdiçamos” dinheiro, além dele ser mais caro, seus benefícios são melhor aproveitados quando não são aquecidos, ou seja, quando são utilizados nas preparações já prontas.

Dica da Nutri:

  • Acrescente azeite nas principais refeições (almoço e jantar) para maior saciedade.

  • Se suas fezes são ressecadas e seu consumo de fibra e água são adequados, acrescente uma colher de chá antes de dormir e observe como seu organismo irá reagir.

Agora que você já aprendeu sobre os mitos e verdades do azeite, passe a introduzir ele em suas refeições e você sentirá a diferença!!

Related Posts

Comente